Open/Close Menu Site da Dra. Carolina Ambrogini, Ginecologista e Obstetra em São Paulo - SP, Especialista em Saúde Feminina e Sexualidade, consultório na Vila Olímpia.
pelos da vulva ajudam

Saiba como os pelos da vulva ajudam na saúde da sua vagina

Culturalmente, grande parte das mulheres brasileiras prefere tirar todos os pelos da região íntima ou deixar somente um filete na parte frontal. Além disso, os pelos também costumam ser relacionados à maior chance de infecções ou provocadores de odores desagradáveis. Mas será que é isso que realmente acontece? Conversamos com uma ginecologista para esclarecer a importância dos pelos na proteção da saúde vaginal. Confira!

Qual é a função dos pelos na vulva?

Segundo a ginecologista Carolina Ambrogini, os pelos podem ajudar na proteção da saúde íntima em alguns casos, mas não há comprovação de que podem provocar ou prevenir infecções. “Os pelos evitam o contato da pele delicada da vulva com o tecido das roupas (que para algumas mulheres podem causar alergia), além de funcionar como uma barreira mecânica contra o atrito nas relações sexuais”, explica.

Tirar totalmente os pelos da região pode prejudicar a saúde vaginal?

De acordo com a médica, não há nenhuma recomendação ginecológica contra a remoção total dos pelos da vulva. O ideal é que cada mulher tenha a própria experiência e decida o que é melhor para o seu bem-estar. “Existem mulheres que ficam incomodadas ao fazer a depilação total por ficar com a vulva em contato direto com as roupas íntimas, o que pode causar irritação na região. E também existem as que se sentem mais confortáveis com a depilação, principalmente quando há muitos pelos encravados”, esclarece a ginecologista.

Já o ginecologista Túlio do Couto alerta que devemos ter cuidado com a escolha da técnica que vamos usar para fazer a depilação: “A laser, com cera ou lâmina, o mais importante é que a depilação aconteça de uma maneira em que os folículos pilosos não inflamem, pois se não for feita de maneira adequada pode deixar a pele muito mais suscetível à infecções pela própria lesão do local”, alerta.

Depilar a região íntima totalmente é realmente mais higiênico?

Normalmente os pelos são associados à falta de higiene e odor na região, mas será que isso realmente acontece? Bom, a verdade é que a região íntima também possui glândulas que produzem gordura e suor, como uma reação natural do corpo. Então, o acúmulo dessa combinação pode gerar um leve odor, independentemente da presença de pelos ou não. Porém, nada que não possa ser resolvido com uma higienização com sabonete líquido íntimo na hora do banho.


O artigo acima foi originalmente publicado no site Só Delas.

2017 © Carolina Ambrogini

Desenvolvido por S2W