Open/Close Menu Site da Dra. Carolina Ambrogini, Ginecologista e Obstetra em São Paulo - SP, Especialista em Saúde Feminina e Sexualidade, consultório na Vila Olímpia.
secar bem a região íntima

Saúde ginecológica: veja a importância de secar bem a região íntima após o banho

Quando falamos de cuidados com nós mesmas, todo mulher já sabe de cor todos os segredinhos de make, cabelo, pele… Entretanto, é comum perceber que muitas ainda possuem dúvidas ou talvez não saibam lidar bem com os cuidados íntimos. Você se enquadra nesse grupo? Conhecer seu corpo e as necessidades dele é essencial para saber a melhor forma de cuidá-lo. Batemos um papo com a ginecologista Carolina Ambrogini sobre higiene feminina e ela comentou a importância de secar bem a região íntima após o banho. Talvez você nunca parou para pensar na importância disso, né? Te contamos tudo agora.

Como realizar uma boa higiene íntima?

Precisamos ter muita atenção quando o assunto são os cuidados com a higiene íntima. Primeiramente, esse hábito deve fazer parte da sua rotina,  pois o equilíbrio da flora vaginal faz com que nosso corpo fique super protegido de microrganismos que podem ser prejudiciais à saúde.

Algumas são as práticas que podem ajudar você nessa tarefa, entre elas temos: evitar usar roupas muito justas, usar sabonete neutro, sempre preferir as calcinhas de algodão, já que elas deixam a região íntima mais arejada facilitando a circulação de ar. Além disso, é aconselhado  usar o papel higiênico do sentido anterior para o posterior, pois isso ajuda a proteger a vulva de ser contaminada com as possíveis bactérias vindas do ânus.

Por que secar bem a região vaginal?

Não é apenas com a realização de uma boa higiene íntima que garantimos a saúde da vulva. A ginecologista faz um alerta para a importância dos cuidados que precisamos ter após tomarmos banho. “ É importante secar bem a região porque ela possui muitas dobras de pele, sulcos e pêlos, além da secreção vaginal que naturalmente já deixa a região mais úmida”, comenta.

E por ser bastante úmida, a região vaginal fica mais exposta àr proliferação de algumas doenças e infecções. Carolina acrescenta. “Esse cuidado evita que a paciente seja infectada por fungos que adoram locais úmidos, como a candidíase e as micoses nas virilhas”, diz.

Outros cuidados importantes com a higiene íntima

É importante que essa paciente realize a sua higiene com sabonetes íntimos com um pH apropriado ou até mesmo neutro. Já para as meninas que possuem tendências em contrair doenças ginecológicas, a profissional faz um alerta: “Para essas pacientes, além de ser indicado que usem tecidos que absorvam o suor com mais facilidade, é aconselhado que elas durmam sem calcinha”, finaliza.

2018 © Carolina Ambrogini

Desenvolvido por S2W