Open/Close Menu Site da Dra. Carolina Ambrogini, Ginecologista e Obstetra em São Paulo - SP, Especialista em Saúde Feminina e Sexualidade, consultório na Vila Olímpia.
a primeira vez

A primeira vez

5 dicas para ter uma primeira vez mais tranquila

1 – A primeira e mais importante: tenha MUITA certeza de que chegou o momento certo e de que é O cara certo. Se tiver alguma dúvida sobre isso, NÃO transe! Sim, concordo que nem sempre a gente tem tanta convicção do que quer realmente, então, se for o seu caso, espere mais um pouco até ela chegar – ou não!

2 – OK, o seu coração já tem certeza. Portanto, esqueça o medo. Afinal, se você está segura de que está fazendo a coisa certa e no momento certo, por que ficar com receio? A tensão só atrapalha, gera ansiedade e deixa você toda contraída. Resultado: as carícias, tão importantes para a lubrificação vaginal, passam quase despercebidas. É comum ouvir das amigas que “vai sangrar” ou “vai doer”. Mas se você estiver relaxada e excitada, curtindo a transa, pode até sangrar (um pouco), só que garanto que sem dor. E não interessa a posição! Porque a origem da dor nas relações sexuais, uma vez afastadas as causas físicas, é o medo.

3 – Antes de transar, conheça o seu corpo. Ou seja: se olhe no espelho, se toque, se masturbe. Assim, você já vai conhecer o que te dá prazer, o que gosta e poderá falar para o seu parceiro. Ninguém tem bola de cristal para saber do que o outro curte. Se você mesma não souber, fica difícil as coisas fluirem. Sentiu um bloqueio? Se pergunte o porquê e saiba que a masturbação é algo íntimo e natural de qualquer ser humano.

4 – Por favor, vá ao ginecologista ANTES e comece a tomar pílula ou injeção ou qualquer método anticoncepcional. Aprenda e cobre do seu parceiro o uso do preservativo. Não caia na lábia de homem, dizendo que ele vai “tirar antes de gozar”. Você é uma menina moderna, previna-se. Depois, não venha me perguntar, desesperada, como saber se você estava ovulando ou não no dia em que transou. Transar significa ser responsável – e se você fez essa opção tem de arcar com as consequências. Isso não é papo de mãe não, mas de ginecologista calejada.

5 – A primeira vez não foi tão boa? Não esquenta, não. Com jeito e experiência, tudo melhora. Siga essas dicas que a sua primeira vez será uma experiência positiva, que não causará medo nas próximas e só aumentará as chances de você ter uma vida sexual prazerosa e saudável.

2020 © Carolina Ambrogini

Website gerenciado por Meu Consultório Digital

Siga-me nas redes sociais
InstagramWhatsApp