Open/Close Menu Site da Dra. Carolina Ambrogini, Ginecologista e Obstetra em São Paulo - SP, Especialista em Saúde Feminina e Sexualidade, consultório na Vila Olímpia.

Cisne Negro teve um efeito impactante em mim. Sai do cinema meio tonta e fiquei pensando no filme por alguns dias e  nesta semana de férias resolvi assistir de novo.
O filme conta a estória de Nina, uma bailarina escolhida para ser “the Qeen Swan,” o papel principal na peça de balé “O Cisne Negro”. Nina vive um grande dilema porque é perfeita para interpretar o Cisne Branco, delicada e romântica, mas totalmente retraída para fazer o papel do Cisne Negro, misteriosa e sedutora.
 O drama é que ela precisa fazer as duas personagens e o filme conta a sua difícil transformação para conseguir fazer o Cisne Negro.
Dentre outras questões, a metamorfose que a personagem passa envolve o despertar para sua sexualidade. Nina é uma menina-mulher, totalmente comandada e protegida pela mãe. É uma obstinada e perfeita bailarina, mas não desabrochou como mulher.
Como sexóloga, volta e meia, encontro meninas-mulheres que me procuram porque não conseguem exercer de forma livre sua sexualidade. Muitas nem tem a consciência de que o X da questão é este. São delicadas, femininas e se vestem sem a mínima intenção de provocar (nem mesmo o marido, porque algumas são casadas).
O que é lindo no filme é observar esta descoberta do “ser mulher”, da capacidade de seduzir e encantar que todas temos. Há uma cena emblemática em que Nina se rebela contra a mãe e joga todos os seus bichinhos de pelúcia no lixo. Ela passa a ter sonhos eróticos, a se tocar e incorpora o Cisne Negro deixando a platéia atônita.
A descoberta da sensualidade é uma etapa importantíssima do amadurecimento da mulher, é o abandono da menina. Um passo essencial para a vida adulta e para as futuras relações. Geralmente, acontece na adolescência pelo estímulo dos hormônios sexuais e da sociedade cada vez mais sexualizada. No entanto, é uma transformação lenta, de aprendizado e auto-conhecimento.
A partir do momento em que a jovem aprende a seduzir e toma consciência de que possuiu esta capacidade, pronto, nasce a mulher! Segura e Bela, independente de se enquadrar nos padrões de beleza. Quem tem confiança no seu poder de sedução, raramente tem algum problema sexual e triunfa para si mesmo, de salto alto!
Liberte seu Cisne Negro!

E parabéns para Natalie Portmam! Que não à toa, engravidou do seu coreógrafo!

2020 © Carolina Ambrogini

Website gerenciado por Meu Consultório Digital

Siga-me nas redes sociais
InstagramWhatsApp