Open/Close Menu Site da Dra. Carolina Ambrogini, Ginecologista e Obstetra em São Paulo - SP, Especialista em Saúde Feminina e Sexualidade, consultório na Vila Olímpia.

Aproveito a pergunta a seguir para falar um pouco sobre a primeira transa.

Pergunta:

Dra, tenho 18 anos e quero desvirginar-me com o meu namorado, porém, tenho medo de que seja muito dolorido na hora da penetração. Existem posições que evitem mais essas dores?

Vamos lá:

  • Primeira e MAIS importante dica:


– Tenha MUITA certeza que chegou o momento certo
– Tenha MUITA certeza que é o CARA certo

Se sobrar alguma sombra de dúvida sobre as duas afirmações acima, NÃO TRANSE!
Sim, concordo que nem sempre as coisas vem com uma certeza assim tão forte, então por via das dúvidas, espere mais um pouco para deixar a CERTEZA FORTE chegar! Se não chegar, melhor deixar para outro momento.

  •  Segunda dica:
Ultrapassada toda a fase de reflexão sobre o primeiro ítem e com a CERTEZA FORTE no coração, NÃO TENHA MEDO. 
Você está segura de que a hora chegou e o cara é O CARA, então para quê o medo? Ele só atrapalha, gera tensão, nervosísmo, ansiedade, daí você se contrai toda, não consegue curtir as carícias TÃO importantes para a lubrificação da vagina.
Suas amigas ficam te pondo medo: “vai sangrar”, “vai doer”. 
Se você estiver relaxada, curtindo a transa, excitada, pode até sangrar (sangramento pequeno), mas não vai doer, te garanto e não interessa posição.
Você vê neste blog, muitas mulheres com queixa de dores nas relações sexuais. A origem da dor, na maioria dos casos onde foram afastadas causas físicas, é o medo, o famoso MEDO DE DOER.

  •  Terceira dica:
Antes de transar, conheça o seu corpo, se olhe no espelho, se toque, se masturbe. Assim, você já vai conhecer o que te dá prazer, o que é bom, o que gosta e vai poder falar para o seu parceiro. Ninguém tem bola de cristal para saber do que você gosta, se você mesma não souber, fica mais difícil as coisas irem bem. Tem bloqueio? Se pergunte o porquê, a masturbação é algo íntimo e natural de qualquer ser humano.

  • Quarta dica:
Pelo Amor do Santo DEUS, vá ao ginecologista ANTES e comece a tomar uma pílula ou injeção ou qualquer método que seja eficaz na prevenção de uma gravidez. Aprenda e cobre do seu parceiro o uso do preservativo, NÃO caia na lábia de homem, dizendo que ele vai “tirar antes de gozar”, por favor, você é uma menina moderna, se previna. Depois não me venha mandar perguntas desesperadas com datas da última menstruação, dia da transa para eu adivinhar se você engravidou ou não, NÃO VOU RESPONDER. 
Quem decide transar é porque optou por ter responsabilidade, fez esta opção tem que arcar com as consequências. E não é papo de mãe não, é papo de ginecologista calejada…

  • Quinta dica:
A primeira vez  não foi tão boa? Não esquenta não, nas outras, com mais jeito e experiência, tudo melhora. 

Se você seguir estas simples dicas, sua primeira vez será uma experiência positiva, que não te trará medo das outras vezes e você terá grandes chances de ter uma vida sexual prazerosa e saudável! 
Boa sorte!




2020 © Carolina Ambrogini

Website gerenciado por Meu Consultório Digital

Siga-me nas redes sociais
InstagramWhatsApp