Open/Close Menu Site da Dra. Carolina Ambrogini, Ginecologista e Obstetra em São Paulo - SP, Especialista em Saúde Feminina e Sexualidade, consultório na Vila Olímpia.

Dúvida:

Olá, já faz algum tempo que uma situação vem me incomodando. Apesar de sentir vontade em ter relações sexuais em momento algum consigo sentir me excitada ou ter algum prazer com isso, mesmo estando afim ou gostando muito da pessoa. Resolvi conversar com uma médica e depois de alguns exames foi diagnosticado que tenho excesso de testosterona, isso explica algumas coisas como pelos indesejáveis e espinhas, mas ainda deixa duvida para a primeira situação. Mesmo pesquisando sobre o assunto não consegui entender como funciona a impotência feminina e se o excesso de testosterona pode ser uma causa para ela. Gostaria de mais informações sobre estes assuntos. Obrigada

Resposta:

Olá, em primeiro lugar, este termo “impotência feminina” não é correto, pois a mulher não tem uma ereção. A mulher percebe que está excitada quando há a lubrificação vaginal, isto é, quando percebe-se “molhada”.Você tem o que chamamos de falha de resposta de excitação, pois mesmo com desejo, não consegue se excitar. O aumento de testosterona facilitaria esta excitação, pois a testosterona torna o processo de excitação mais fácil, o que nos faz pensar que este seu “bloqueio” deve ter algum fundo emocional. Talvez uma inibição por conta de uma educação repressora ou um medo de se entregar ao outro. Tente se excitar sozinha com a prática da masturbação. Leia contos eróticos, veja filmes e procure fontes para se excitar e vá observando a resposta do seu corpo, sozinha você ficará mais a vontade para se conhecer. Depois poderá aplicar estes conhecimentos com um parceiro. Se neste processo você sentir qualquer dificuldade ou entrave, procure a ajuda de um sexólogo. E se conscientize: seu problema não é hormonal.
Boa sorte!

2020 © Carolina Ambrogini

Website gerenciado por Meu Consultório Digital

Siga-me nas redes sociais
InstagramWhatsApp