Open/Close Menu Site da Dra. Carolina Ambrogini, Ginecologista e Obstetra em São Paulo - SP, Especialista em Saúde Feminina e Sexualidade, consultório na Vila Olímpia.

Hoje estava tomando um café na Kopenhagen, onde vou exclusivamente por conta daquele canudinho de chocolate, e a atendente começou a preparar na minha frente três xícaras do Mexicano (espécie de um “creme” de chocolate).
 Logo pensei, “estas devem estar na TPM”. Mas quando a atendente perguntou se queriam chantilly, respondeu uma voz masculina atrás de mim: ” Sim, muito e canudinho de chocolate para acompanhar”.
Me espantei de ser um homem com os outros dois, os “donos” dos Mexicanos. Geralmente, tanto chocolate assim é hábito de mulher. E eles se deliciaram sem culpa.
NUNCA, pedi um Mexicano por achar calórico demais. Imagina, naquela pequena xícara devem ter umas 1000 calorias, fora o chantilly! Mas fiquei com vontade e pensei: “vou ficar uma semana inteira sem comer chocolate para poder pedir um Mexicano”.
 O problema é que não consigo ficar uma semana sem comer chocolate, quiçá um dia! É uma relação de paixão e culpa. Começo comendo unzinho de sobremesa do almoço e afirmo para mim mesma que será só este, maaaaas no fim da tarde, dá uma fominha  e acabo comendo alguma coisa com chocolate e depois do jantar, dá vontade de novo!
Tem dias que me controlo e fico só em um (mas morrendo de vontade ) em outros enfio o pé na jaca (e morro de culpa). Ainda bem que não tenho TPM…
Aliás, você sabe porque temos tanta fissura em chocolate? A culpa são dos hormônios, sempre eles.
Por conta do sobe-e-desce hormonal, há maior oscilação dos níveis de Serotonina, um dos neurotransmissores responsáveis pela sensação de bem-estar. Na composição dos doces, há uma substância chamada Triptofano, que é substrato para a composição da Serotonina. Alem disto, os chocolates contem xantinas, substâncias excitantes, por isto, quando os comemos, sentimos um bem-estar danado!
Mas um pedacinho podia bastar, não é mesmo? Mas acontece o “efeito rebote”, a Serotonina se eleva momentaneamente, depois cai de novo, ainda mais. Por isto viciamos na coisa!
 Na TPM, os níveis de serotonina estão lá em baixo, por isto acontece a compulsão.
Mas eu sei a solução para o meu dilema: alimentação equilibrada, comer a cada três horas, atividade física…Sou médica, né?  Já tentei e deu certo.
Mas sabe, sempre acho que mereço um momentinho de prazer e aí….Você me entende?

2020 © Carolina Ambrogini

Website gerenciado por Meu Consultório Digital

Siga-me nas redes sociais
InstagramWhatsApp